COLUMBÓFILIA

Agosto 29 2008
MANUEL JORGE & JOÃO PEDRO
Campeões de Velocidade
 do Campeonato “Mundo Columbófilo” 2007
 


Tendo como interlocutor João Pedro, ouvimos esta dupla sediada em Alcochete que no ano de 2007 cometeu a proeza de ganhar o Campeonato de Velocidade do “Mundo Columbófilo” e sagrar-se Campeão nesta disciplina na forte Sociedade Columbófila do Montijo.

Início

O pai (Manuel Jorge) começou a praticar columbófilia no ano de 1961. Parou para cumprir o serviço militar na cidade do Porto, onde conheceu o Sargento Afonso, de Pereiró, que tinha apenas dois casais de reprodutores e ganhava tudo.

Troxe de lá um macho "Hansenne" cruzado com "Fabry" e também um macho "Eloy" de Manuel Morais, que cruzado com duas fêmeas "Fabry", deram pombos campeões, principalmente em velocidade e meio-fundo.

O João Pedro desde muito jovem acompanhou o seu pai na condução da colónia, ficando a tratar do pombal em 1995. A partir desse ano, João Pedro foi evoluíndo, sempre na procura de bons pombos de corrida até atingir o seu objectivo: Vencer !!!

As instalações e os pombos

O pombal está construído em cimento e dividido em duas secções (machos e fêmeas) e um outro construído em madeira com quatro secções (duas para machos e duas para fêmeas).

 

 

Os borrachos são aduzidos numa das secções para fêmeas a partir de meados de Maio.

 

 

As linhas cultivadas nesta colónia baseiam-se nos "Ciganos" - azuis e pedrados - pombos que cruzam bem com as linhas que introduziram (Jef van Winkel e mais recentemente pombos Eijerkamp). Mantêm todos os filhos da "Cigana" na reprodução e os seus netos são pombos ganhadores.

"CIGANA" Mãe, avô de grandes Campeões,(ciganos azuis)todos os filhos a reproduzir, avô do "Mr.28" da "Miss Alice" da "Miss.79" da "Miss" etc...

 

Iniciam a Campanha com 170 a 180 pombos, sendo 100 borrachos e os restantes de dois ou mais anos. A selecção é feita desde o primeiro treino, um pombo que falhe raramente tem outra oportunidade. "Nesta colónia só ficam mesmo os que nasceram para vencer. Desde que cultivamos os "Ciganos" a selecção tem sido facilitada, são pombos acima da média", disse-nos João Pedro.

"CIGANA Pedrada" Mãe da "Nelly",Mãe e avó de campeões (ciganos pedrados)

 

Métodos

Durante a Campanha praticam a viuvez em poleiros, com machos e fêmeas. O casal encontra-se no regresso dos concursos e o tempo que estão juntos depende da dificuldade da prova e do adiantado da Campanha. Os pombos podem ser jogados num ou outro concurso, mas segundo João Pedro, o columbófilo tem que perceber se tais pombos estão preparados para isso e se têm estofo de campeões.

À chegada, os atletas recebem depurativa em quantidade suficiente, à noite recebem ração sport à descrição humedecida com elixir mais um produto regulador da flora intestinal. Na água, administram um produto purificante (sangue e garganta). Se o concurso tiver sido demasiado duro, colocam à disposição dos pombos um produto rico em glucose. Este processo será suficiente para recuperar os pombos física e mentalmente, disse João Pedro.

Procedimentos durante a Campanha

2ª feira - Preventivo que varia entre tricomonas, coccidiose, vermes e vias respiratórias, acompanhado de um chá de casca de salgueiro ou outro semelhante, ao qual adicionam um alho ou uma cebola. A ração é depurativa. Os pombos podem voar algum tempo para recuperação e descompressão dos músculos (treino pós-prova).

3ª feira - Produto hepático e um produto à base de ervas para purificar e estimular a vitalidade e o apetite pelo vôo. Os pombos voam 30 minutos de manhã e 35-40m à tarde.

4ª feira - O melhor suplemento é um treino de linha recta de 30 a 40 Kms, acompanhado de um produto à base de carnitina.

5ª feira - Suplemento alimentar e um produto à base de ervas que actua no sangue e nas vias respiratórias. Os pombos voam 50 a 60 minutos (bi-diário).

6ª feira - Dia para um elixir e um produto que estimula a vitalidade. Voam 50 a 60 minutos (bi-diário).

Sábado - Dia de encestamento. Os pombos não devem precisar de mais nada em especial, apenas umas gotas. Nessa altura tentam perceber em que estado de forma se encontram os atletas.

À chegada - recebem depurativa. À noite, ração sport à descrição.

2ª feira - Depurativa

3ª feira - 80-70% depurativa, 20-30% sport

4ª feira - 50-50%

5ª feira - 20-30% depurativa, 80-70% sport

6ª feira - 100% sport

No dia do encestamento alimentam os atletas com ração sport - pouca quantidade - não devem ter muito apetite, servindo muito pouco à tarde.

Nota : Na opinião de João Pedro, é importante conhecer bem a necessidade de cada um dos pombos, este seu esquema não deve ser levado à risca, tem de atender-se a esse importante pormenor. O método para velocidade e meio-fundo é básicamente igual. Para fundo aumentam a quantidade de ração sport para aumentar os hidratos de carbono e servem um produto à base de carnitina para aumentar a resistência e consequentemente evitar a fadiga e as cãibras.

Van Winkel , irmão(100%) da "Symple the best" Melhor fêmea belgica 2004.

 

Do fim da Campanha até ao início de outra

No fim da Campanha está práticamente feita a selecção, ficam apenas os melhores. Seguidamente os pombos são acasalados, tiram alguns borrachos, dos quais aproveitam essencialmente as fêmeas. Efectuam os tratamentos usuais para a época - tricomonas, coccidiose, etc ...

Depois de criarem os borrachos, os pais passam a muda em poleiros sem separar os sexos. Os pombos aproveitam a harmonia em conjunto tomando banho, fazendo os seus vôos de passeio. Procuram dar-lhes uma vida natural. Toda a muda gira em torno duma alimentação equilibrada e adequada a este período extremamente importante.

"Muitos columbófilos caiem no desleixo e isso é um enorme erro, é na muda que se ganham prémios", disse-nos João Pedro.

Administram produtos naturais da especialidade, dão leguminosas, chás, óleos na ração, produtos que aumentem a auto-imunidade e reforcem as defesas naturais.

Com vista à Campanha que se avizinha começam por controlar os vermes, coccidiose, tricomoniose e vias respiratórias. Os pombos são vacinados no início de Novembro e acasalados nos primeiros dias de Dezembro, já como preparação para a Campanha que se avizinha. Entramos então na pré-época em que os pombos passam a ser atletas, a sua evolução gradual gira à base do vôo, factor que consideram importante e influente na capacidade física dos atletas.

Trocam de ração de muda para sport de forma progressiva, depois entram nos suplementos de competição, deixando os de muda de lado.

Para a Campanha Desportiva que se segue procuram suplementos diferentes, procuram estar sempre um passo à frente daquilo que se fala e diz em conversa de café, nunca esquecendo que há necessidade de dar sempre do melhor aos pombos de corrida.

Uma das suas maiores vantagens...enquanto grande parte dos columbófilos procuram produtos milagrosos, João Pedro diz que o segredo está nos pombos, como é o caso da sua "Nelly" e "Alice" - autênticos pombos de corrida - não é um ou outro produto ou esquema que os levam às vitórias.

"Mr.Cigano" filho da "CIGANA" é Pai da "Miss Alice" "Miss.79" "Mr.28". deu a anilha de bronze geral,anilha de prata velocidade e anilha de ouro de fundo todas em 2006 na S.C.Montijo. Fantastico Reprodutor

 

Campeonatos Gerais X Especialidades

Os Campeonatos Gerais e Campeonatos por Especialidades são temas que estão sempre em debate, mas cada columbófilo pode fazer a sua opção e assim é mais fácil agradar a todos.

Em relação à distância entre os concursos de fundo, as três semanas de diferença parece ideal pois dá hipóteses a todos e não só aos "industriais" de pombos que têm vários pombais e assim podem jogar pombos em datas que mais lhe convêm, mesmo assim nunca ganham tudo.

Sobre o encestamento limitado, considera que traria vantagens para todos e até mesmo para chamar novos praticantes, cada vez são menos a aderir a esta modalidade.

São vastas as razões pelas quais os jovens não se dedicam a este desporto, João Pedro sabe como é o actual quotidiano da vida jovem e perante o que a columbófilia oferece, até é compreensível.

Calendário Ideal

O Calendário Ideal é difícil de idealizar, acha no entanto que a distância dos últimos treinos não poderia ser tão longa do primeiro concurso, já que os pombos fazem cento e poucos Kms, e depois passam para duzentos e tal Kms, dobrando assim as distâncias e as horas de vôo e os columbófilos que não fazem os treinos particulares ficam em desvantagem em relação aos tais "industriais".

"Mr.Romi" consanguineo e neto do Famoso "ROMINGER" tambem neto da "djirke" Koopman,original Eijerkamp.

Os melhores momentos da Campanha 2007

"O mais importante foi sem dúvida a conquista do Campeonato de Velocidade do Mundo Columbófilo, pois é difícil alguém a voar no meu distrito - Setúbal - conseguir um título a nível nacional.

Voamos a Velocidade sempre contra 10.000 pombos e nesse capítulo tivemos várias classificações fantásticas de um e dois e até mesmo marcar cinco nos primeiros 25 em mais de 10.000 pombos.

O último concurso de Velocidade foi o pior em resultados, apanhou-me em época de exames e ganhamos um 12º e outro para lá dos 80.

Nesse concurso ainda ganhamos a Taça Tentativa de Velocidade, mas também foi aí que deixamos escapar o Campeonato Distrital de Velocidade e acabar na segunda posição.

Na Sociedade Columbófila do Montijo - a mais forte colectividade do distrito - fomos Campeões de Velocidade.

Em Velocidade ganhamos tudo e a nossa "Nelly" que na Campanha Desportiva de 2007 foi fantástica, ainda conquistou o título de Campeã Distrital de Velocidade.

 

DISTRIBUIÇÃO DE PRÉMIOS
DA EDIÇÃO 2007 DO
CAMPEONATO "MUNDO COLUMBÓFILO"
1 de Dezembro • ExpoRainha 

 Henk Jurriens da Ponderosa - Eijerkamp & Filhos,
entregou o primeiro prémio de Velocidade a Manuel Jorge & João Pedro, de Alcochete
(1 pombo importado de Eijerkamp & Filhos - Holanda)
Os dez melhores do Campeonato de Velocidade
 
Mundo Columbófilo - Nº 990 - 26 Maio 2008
(www.mundocolumbofilo.com)
 
publicado por JOSÉ CARLOS às 07:43

Amigo eu ja tive pombos.mas tive que acabar.mas quero comecar outra vez.mas preciso de ajuda.adore seu pombos.preciso de ajuda em tudo.se me poder ajudar agradeco muito
nuno matos a 6 de Outubro de 2012 às 05:44

Olá meus amigos, eu li os artigos e a historia de vcs, bem interesante!
gostaria de voltar a criar criei pombos correios des de pequeno, hoje tenho 29 anos mas
não crio mais, gostaria de adquirir algumas anilhas de vcs, se for possivel, e também
alguma ajuda, pra voltar a criar, pois perdi o contato com os criadores, e gostaria muito de ter
o sangue de seus pombos no meu futuro pombal, abraço que Deus proteja vcs!
Brasil...
Henrique Martins a 1 de Novembro de 2012 às 11:44

Boa tarde!
Não sendo eu um columbófilo, tenho algum interesse pelo assunto e talvez dentro de um par de anos (se a vida o permitir) me inicie nesta actividade.

Como a vida não anda fàcil para ninguém, penso que o irei fazer de forma gradual. Mas gostaria de saber qual o custo que acarreta ser columbófilo? E se o é possível ser com um par de casais reprodutores e entre 20 a 30 pombos voadores?

Outra questão que me inquieta, é saber qual o preço de adquirir esses primeiros reprodutores? pois como jovem formado, acho que é nagenética e nos cuidados dispensados que a coisa mais importa.

Outra questão que me assola, é que tenho mais interesse pelas distâncias longas. É possível concorrer apenas a fundo?

Obrigado,

Matias
Matias a 2 de Julho de 2013 às 18:43

PÁGINA DE JOSÉ CARLOS ALMEIDA ROSA, DEDICADA À COLUMBÓFILIA !!! PROMOÇÃO E DIVULGAÇÃO DO DESPORTO COLUMBÓFILO !!!
Mais sobre mim
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
16

17
18
19
20
21

24
25
28
30

31


Posts recentes

...

...

...

...

...

...

...

...

...

...

Pesquisar
 
blogs SAPO