Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COLUMBÓFILIA

PÁGINA DE JOSÉ CARLOS ALMEIDA ROSA, DEDICADA À COLUMBÓFILIA !!! PROMOÇÃO E DIVULGAÇÃO DO DESPORTO COLUMBÓFILO !!!

COLUMBÓFILIA

PÁGINA DE JOSÉ CARLOS ALMEIDA ROSA, DEDICADA À COLUMBÓFILIA !!! PROMOÇÃO E DIVULGAÇÃO DO DESPORTO COLUMBÓFILO !!!

EXPORAINHA 2015

Exporainha2015

Teve lugar nos dias 28 e 29 de Novembro, a 13ª Edição da ExpoRainha, a qual se realizou uma vez mais no Pavilhão Desportivo da Casa do Povo de Aveiras de Cima, com a organização da Secção Columbófila da Casa do Povo de Aveiras de Cima e do Grupo Columbófilo Vilanovense, e com os apoios da Câmara Municipal de Azambuja, Junta de Freguesia de Aveiras de Cima e Associação Columbófila do Distrito de Lisboa.

Na cerimónia de abertura, em sinal de reconhecimento pela importânica deste evento para a promoção do Concelho de Azambuja e Freguesia de Aveiras de Cima, estiveram presentes o Presidente da Câmara Municipal de Azambuja (Luís Sousa), o Vice-Presidente Silvino Lúcio, o Vereador da Cultura António Amaral, e os Vereadores Jorge Lopes e Maria João Canilho, marcando igualmente presença o Presidente da Junta local António Torrão. A Columbófilia também se fez representar pelo Vice-Presidente da FPC António Branco e pelo Presidente da ACD Lisboa Carlos Teixeira. Após os discursos de ocasião as entidades oficiais tiveram oportunidade de visitar os vários stands dos expositores presentes na ExpoRainha tomando contacto com as realidades do nosso desporto.

Apesar da difícil conjuntura que atravessamos e das grandes dificuldades económicas sentidas por todos os portugueses, o número de visitantes deste ano foi muito agradável, embora longe dos anos áureos desta Exposição, no entanto registou-se uma afluência superior à dos últimos anos, contribuindo para tal os dias primaveris sentidos nesse fim-de-semana.

Registamos a presença de columbófilos oriundos de todos os pontos do país, o que certifica o carácter nacional do evento. Através de conversas informais tidas com visitantes e com expositores, concluímos que todos atribuem uma grande importância à ExpoRainha, por esta ser considerada como o evento de abertura da nova época desportiva, onde é possível ficar a par de todas as recentes novidades columbófilas.

Integrado no programa da ExpoRainha, a Associação Columbófila do Distrito de Lisboa realizou a sua Exposição Distrital, onde foram apurados os pombos que constituirão as equipas distritais de Standard e Sport, que representarão o distrito de Lisboa na Exposição Nacional de Reguengos de Monsaraz, a realizar no próximo mês de Janeiro. Nesta exposição estiveram presentes cerca de 140 pombos, distribuídos pelas diversas classes, os quais emolduraram de forma agradável e Exposição Distrital, também ela muito visitada.

Para o ano ficou a promessa da organização de realizar a 14ª edição da ExpoRainha.

 

 

 

Eventos 006.JPG

Eventos 007.JPG

Eventos 008.JPG

Eventos 009.JPG

Eventos 010.JPG

Eventos 052.JPG

Eventos 053.JPG

Eventos 054.JPG

Eventos 055.JPG

Eventos 056.JPG

Eventos 057.JPG

Eventos 011.JPG

Eventos 004.JPG

Eventos 005.JPG

Eventos 058.JPG

Eventos 059.JPG

Eventos 060.JPG

Eventos 061.JPG

Eventos 062.JPG

Eventos 064.JPG

Eventos 063.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GALA DE ENTREGA DE PRÉMIOS ACD LISBOA

GALA DA ASSOCIAÇÃO COLUMBÓFILA DO DISTRITO DE LISBOA

Distribuição de Prémios da Campanha Desportiva de 2015

A Associação Columbófila do Distrito de Lisboa, realizou no dia 15 de Novembro, a sua Gala de Entrega de Prémios relativa aos Campeonatos Distritais, disputados na campanha desportiva de 2015. O evento teve lugar no Restaurante "Oficina dos Sabores", situado na Vila de Aveiras de Cima, em instalações agradáveis e típicas da região, fazendo jus ao título de "Vila Museu do Vinho" de que Aveiras de Cima tanto se orgulha.

Perante uma plateia com cerca de uma centena de convidados, onde se destacavam os convidados oficiais, Dr. José Luís Jacinto (Presidente FPC), Almerindo Mota (Coordenador Desportivo Nacional), Capitão Fernando Garrido (Meteorologista Federativo), António Torrão (Presidente da Junta de Freguesia de Aveiras de Cima), foi manifesta a boa disposição entre todos os presentes.

Durante o almoço, excelentemente servido como é apanágio deste restaurante, foram distribuídas flores pelas senhoras presentes, acção que muito as sensibilizou, contribuindo desta forma para que se mostrem mais "compreensivas com o tempo consumido pelos seus familiares masculinos no pombal, em detrimento da vida familiar tantas vezes sacrificada em favor da paixão pelos pombos.

No tempo dedicado aos discursos, Carlos Teixeira (Presidente ACD Lisboa) deu as boas-vindas a todos os presentes, tecendo algumas consideraões sobre a campanha finda, dando os parabéns a todos os vencedores e deixando uma palavra de alento para os vencidos.

O Dr. José Luís Jacinto (Presidente Federativo), desenvolveu o seu discurso focando os temas mais controversos do momento, resultantes da nova regulamentação desportiva a implementar em 2016, nomeadamente o tema sobre a limitação de recenseamentos e pombos designados para o Campeonato do Columbófilo, vincando a vontade inviolável da Federação de não recuar nestas matérias, sem que primeiro se faça a sua experimentação.

Almerindo Mota (Coordenador Desportivo Nacional), no seu discurso falou sobre as provas nacionais de Valência, lamentando as perdas dos columbófilos do Distrito de Lisboa no último Valência, mas voltou a referir que sendo uma prova nacional, existem sempre distritos mais expostos às condições da meteorologia do que outros, factor que não deve inviabilizar por si só a realização de provas nacionais perante algumas dificuldades que se apresentem.

O Capitão Fernando Garrido (Meteorologista), falou sobre as alterações climatéricas que assolam o planeta e as consequências para os concursos de pombos-correio, deixando vincada a ideia de que nenhum responsável por soltas fica feliz por se verificarem concursos gravosos, sendo seu objectivo que tudo corra pelo melhor, no entanto surgem por vezes factores inesperados não previstos que tudo complicam.

A finalizar a série de discursos, António Torrão (Presidente da Junta de Freguesia de Aveiras de Cima), agradeceu a preferência pela sua Freguesia para a realização deste evento columbófilo, manifestando disponibilidade para continuar a apoiar a columbófilia local como sempre o tem feito nos seus mandatos.

Após as ofertas aos convidados presentes e a homenagem aos Delegados de Solta da Associação de Lisboa, seguiu-se a longa maratona de entrega de prémios relativos aos diversos campeonatos distritais disputados na Campanha Desportiva de 2015, terminando a Gala com o corte do Bolo dos Campeões, o qual teve a particularidade de ser feito com o entusiasmo dos mais novos presentes na festa. Um bom augúrio para o futuro!

No final da Gala o Presidente da Federação Portuguesa de Columbófilia (Dr. José Luís Jacinto), concedeu uma pequena entrevista ao Jornal "Portugal Columbófilo", falando sobre a Gala da Associação Columbófila do Distrito de Lisboa.

Qual a sua opinião sobre a Gala da ACD Lisboa?

Em primeiro lugar, agradeço o convite que me foi feito pela Associação de Lisboa e manifesto o prazer que tenho como columbófilo e Presidente da Federação,  em estar presente. Acho que a Gala decorreu magnificamente, sendo visível a satisfação das pessoas presentes, e a alegria que sentem os premiados quando recebem os seus prémios, pena é que, ainda existam muitos columbófilos, não só aqui, mas em todo o país, que ainda não percebem que sendo premiados, a sua presença é um dever de se associarem à festa, honrando assim o labor de quem trabalha no dia-a-dia nas Associações e Clubes. Foi uma tarde alegre e de convívio, perderam os que não vieram.

E quanto à columbófilia do Distrito de Lisboa, qual a sua opinião?

A columbófilia de Lisboa tem manifestado uma grande capacidade de se adaptar à vontade dos seus columbófilos, criando modelos e formas de competição que vão agradando aos seus praticantes, fazendo com qu as várias tendências acabem por praticar a columbófilia segundo o modelo com que mehor se identificam e gostam. Claro que existem sempre pessoas às quais nunca se consegue satisfazer, mas esses, faz parte da sua natureza contestar, e qualquer que seja o modelho escolhido merecerá sempre contestação. De resto, no campo desportivo tem feito campanhas excelentes, são dos distritos onde se tem verificado menos problemas com as soltas e tem perdido menos pombos. Quero também deixar aqui um agradecimento público à Associação pela colaboração e envolvimento que tiveram nas provas nacionais de Valência, cuja segunda prova teve grandes dificuldades para esta zona do país, as quais foram muito sentidas pelos columbófilos do distrito. Ainda a propósito, lamentamos a perda de pombos, mas as provas nacionais são um desígnio maior da columbófilia nacional, pelo que pedimos a compreensão dos columbófilos lisboetas e a continuação na participação destas provas no próximo ano.

Em 2016, o que espera para a columbófilia portuguesa?

Espero em primeiro lugar que o tempo nos ajude, esse é o meu principal desejo, pois é uma vertente da competição que não está nas nossas mãos, quanto ao que de nós depende, espero que esta questão do limite de pombos a enviar, aliás a contar para o Campeonato do Columbófilo, porque a enviar podem ser enviados todos os pombos que o concorrente quiser, contando para as classificações do Pombo-Ás, como disse, espero que esta política nos permita nivelar mais e melhor a competição, fazendo sentir aos possuidores de colónias mais reduzidas que estarão em melhor situação de igualdade para a competição com as colónias com maior número de efectivos, promovendo assim maior ineteresse na competição, o que poderá contribuir para um menor número de abandonos em relação aos que se tem verificado nos últimos anos, pois é este o nosso maior desejo.

 

Restaurante "Oficina dos Sabores", em Aveiras de Cima

Mesa de Prémios da Campanha Desportiva 2014 ACD Lisboa

 

 

O almoço da Gala da ACD Lisboa que decorreu no Restaurante "Oficina dos Sabores"

 

José Carlos.jpg