Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUMBÓFILIA

PÁGINA DE JOSÉ CARLOS ALMEIDA ROSA, DEDICADA À COLUMBÓFILIA !!! PROMOÇÃO E DIVULGAÇÃO DO DESPORTO COLUMBÓFILO !!!

COLUMBÓFILIA

PÁGINA DE JOSÉ CARLOS ALMEIDA ROSA, DEDICADA À COLUMBÓFILIA !!! PROMOÇÃO E DIVULGAÇÃO DO DESPORTO COLUMBÓFILO !!!

38ª EXPOSIÇÃO NACIONAL E PRÉ-OLÍMPICA (TAVIRA)

Columbófilos Belgas visitam Exposição Nacional, Aldeia Columbófila de Vila Real de Santo António e Praia Verde 

David Barros Madeira, Gaby Vandenabeele, Gino Clicque, Rui Emídio, Peter Gyselbrecht e Nico Van Muylder

José Lampreia, Pedro Lopes, Gino Clicque, Nico Van Muylder e Peter Gyselbrecht

Ad. Schaerlaeckens, Rui Emídio e Tomas Gyselbrecht

Tomas Gyselbrecht, Rui Lobato, Eddy Noel, Nélson Botinas e Avelar

Peter Gyselbrecht, Gaby Vandenabeele, Rui Emídio, Baltasar Chitas Martins, David Barros Madeira, Nico Vam Muylder e Gino Clicque

Aldeia Columbófilia Vila Real de Santo António

Nico Van Muylder, Valter Alfaiate, Peter Gyselbrecht e Gaby Vandenabeele

Aldeia Columbófila Vila Real de Santo António - Dr. João Barros Madeira e Tomas Gyselbrecht, vendo-se logo atrás o Dr. David Barros Madeira

À saída da Aldeia Columbófila de Vila Real de Santo António

Miradouro da Praia Verde - David Barros Madeira, Rogério Germano, Gaby Vandenabeele, Rui Emídio, Baltasar Chitas Martins, Valter Alfaiate, Gino Clicque, Peter Gyselbrechr, Nico Van Muyder e João Barros Madeira

 

Festival de Folclore
(Sábado, 15 Janeiro, 14H)

Actuação do Rancho Folclórico de Santo Estêvão.
A recolha dos trajes usadas no Rancho foi feita na Casa do Povo, por solicitação dos seus directores à época em que estes mesmos trajes teriam sido usados, remonta à mais de 100 anos atrás.

 Ainda na actual formação do grupo, agora Rancho Folclórico de Santo Estêvão, poderão apreciar trajes de várias camadas sociais e de diferentes zonas do concelho de Tavira, desde a Serra ao Litoral, passando pelo Barrocal Algarvio, que é aquela zona que fica entre o campo e a cidade, sendo a veste mais usual o traje do Domingueiro e dias de Festa.

• Premiado no Concurso Internacional de Canciones Danzas Populares, em Madrid;

• Representante do Algarve no 1º Concurso Nacional de Folclore das Festas da cidade de Lisboa;

• 1º Classificado em Trajes Regionais no Pavilhão dos Desportos de Lisboa;

• Vencedor da 3ª Eliminatória de Concurso Nacional de Folclore de Faro, e 2º Classificado na Eliminatória Final em Lisboa;

 • Taça Folclore Algarvio – Praia de Quarteira;

 • Detentor de várias Taças, Salvas de Prata e Medalhas e, ainda, centenas de exibições realizadas do Norte ao Sul do País;

 • Exibições em Bélgica, França e Espanha, sempre com assinalados êxitos.

Actuação do Rancho Folclórico de Santo Estêvão

Colóquio Columbófilo

(Sábado, 15 Janeiro, 15H)

 Realização de um colóquio columbófilo, com os convidados Ad Schaerlaeckens e Dr. David Barros Madeira e moderado por Pedro Lopes.
 Esclareceram, de forma acessível, todas as dúvidas que a numerosa audiência fazia à mesa, versando assuntos como a alimentação e métodos de jogar os pombos e outros relacionados com a condução das suas colónias.
Vários foram os intervenientes (destacamos o Dr. Nogueira dos Santos) que felicitaram a Organização por esta louvável iniciativa. Foram focados alguns pontos de vista em relação às diversas teorias : dos olhos e alar.
O Dr. David Barros Madeira, assim como Ad Schaerlaeckens mostraram-se cépticos em relação à teoria dos olhos como um factor de selecção e de sucesso nos pombos de competição. Já o Campeão do Distrito de Aveiro (Paulo & Paulo) referiu que para si, a melhor teoria é a do cesto.

Ad Schaerlaeckens, Pedro Lopes, David Barros Barros e Rui Emídio

Pedro Lopes, José Tereso, Ad. Schaerlaeckens, Rui Emídio e David Barros Madeira

 

Vista parcial da assistência que presenciou o Colóquio Columbófilo com Ad. Schaerlaeckens e Dr. David Barros Madeira