Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUMBÓFILIA

PÁGINA DE JOSÉ CARLOS ALMEIDA ROSA, DEDICADA À COLUMBÓFILIA !!! PROMOÇÃO E DIVULGAÇÃO DO DESPORTO COLUMBÓFILO !!!

COLUMBÓFILIA

PÁGINA DE JOSÉ CARLOS ALMEIDA ROSA, DEDICADA À COLUMBÓFILIA !!! PROMOÇÃO E DIVULGAÇÃO DO DESPORTO COLUMBÓFILO !!!

ENTREGA DE PRÉMIOS ACD BEJA 2017


A Associação Columbófila do Distrito de Beja entregou os prémios da última campanha desportiva aos concorrentes que mais se distinguiram. José Luís Dores (Asas de Beja) e Armando Santos Alves (Asas Verdes/Ferreira do Alentejo) foram os columbófilos mais premiados. 

Mais um ciclo que se fecha na columbofilia do distrito de Beja. O encerramento oficial da campanha desportiva 2017, quase coincidente com o final de mandato dos atuais órgãos sociais liderados por Rogério Ricardo. O calendário da próxima época está delineado, o processo eleitoral para sucessão da atual direção está em marcha, novidades apresentadas numa gala de campeões com a dignidade que a modalidade já merecia. Entre os campeões sobressaíram José Luís Dores (zona norte) e Armando Alves (zona sul), vencedores absolutos em cada um dos territórios onde os seus atletas (que ficaram nos pombais) voaram durante a campanha.  
Rogério Ricardo, líder associativo, reconheceu que: “Sendo este um momento de entrega dos prémios distritais, um ponto alto da columbofilia sul alentejana, mereceu que o fizéssemos com a maior qualidade e dignidade”. 
Quanto aos resultados da campanha, Rogério Ricardo destacou a surpresa do columbófilo Armando Alves, “um concorrente que voando na zona norte durante alguns anos atrás, não sobressaía e, este ano, na zona sul, fez a diferença, confirmando-se como grande columbófilo que é”.
Com a campanha 2018 já no horizonte, o dirigente confidenciou que: “Tínhamos previsto manter os locais de solta e reduzir o número de provas para tornarmos a columbofilia mais barata, mas a coletividade Asas de Beja apresentou uma proposta de calendário com as sete provas de cada especialidade (velocidade, meio-fundo e fundo), que é isso que os columbófilos gostam, mas com uma ou outra alteração aos locais de solta”. Ricardo afirmou depois que: “Vamos ter eleições, não me recandidatarei, sei que está a ser organizada uma lista para os órgãos sociais, mas saio com a consciência tranquila e sei que tudo o que fizemos foi em prol da modalidade e em benefício dos pombos”.
Entre os triunfadores da campanha, José Luís Dores revelou: “Passei por grandes dificuldades em termos columbófilos, andei vários anos a mudar de pombais e de pombos e só recentemente consegui alguma estabilidade para a colónia e esta campanha foi o auge”. O vencedor absoluto da zona norte recordou que “nos últimos dois anos os pombos têm sido fantásticos, possuo dois casais de reprodutores, um deles, para mim, e para quem entende de pombos, é um casal fora-de-série. Não é qualquer casal que coloca quatro pombos entre os melhores 10 do distrito e um quinto que já é neto deles”. 
Armando Alves, columbófilo ferreirense, não ficou surpreendido com os seus bons resultados: “Já esperava isto, é um trabalho que vem de trás, tenho pombos com muita qualidade em diversas especialidades, mas sobretudo meio-fundo e velocidade”. Quanto às virtudes da sua colónia, confessou: “Sou columbófilo há 40 anos. Tenho voadores muito completos, mas isto exige muito trabalho, uma dedicação enorme e um sentimento muito forte com os pombos”.
Na próxima campanha, espera “que tudo corra, pelo menos, ao nível desta, o essencial é a saúde dos pombos, eles é que são os atletas, o maior investimento deve ser esse, na saúde e no bem-estar dos pombos”, contudo, lamentou que a sua coletividade não esteja mais pujante: “A sociedade columbófila Asas Verdes está fraca, em Ferreira do Alentejo há poucos columbófilos e, além de existirem duas sociedades, não aparece gente nova”, assegurou o vencedor absoluto da zona sul.


Classificações Concorrentes (campeões) – zona norte – fundo: José Ameixa (Asas de Beja). Meio-fundo: Melrinitas (SC Serpa). Velocidade: José Luís Dores (SC Asas Beja). Geral: José Luís Dores (Asas Beja). Borrachos: António Simão (Asas de Beja). Yearlings: António Simão (Asas de Beja). Zona sul – fundo: 1.º Família Mourão (Estrela Alentejana). Meio- fundo: 1.º Armando Alves (Asas Verdes). Velocidade: 1.º Armando Alves (Asas Verdes). Geral: Armando Alves (Asas Verdes). Borrachos: Irmãos Mestre (SC Aljustrelense). Yearlings: Os Inseparáveis (SC Aljustrelense). Pombo ás (Anilhas de Ouro) – zona norte – velocidade: Graça & Graça (Asas de Beja). Meio- -fundo: Luís Brito (Asas de Beja). Fundo: José Ameixa (Asas de Beja). Geral: Graça & Graça (Asas de Beja). Borrachos: António Simão (Asas de Beja). Yearlings: Rui Vila Alva (Asas de Beja). Zona sul – velocidade: Armando Alves  (Asas Verdes). Meio- -fundo: Armando Alves (Asas Verdes). Fundo: Família Mourão (Estrela Alentejana). Geral: Armando Alves (Asas Verdes). Borrachos: Ludgero & Sara (Asas Fernandenses). Yearlings: Os Inseparáveis (SC Aljustrelense). Coletividades – zona norte: SC Serpa. Zona sul: Asas Verdes.

01.jpg

1.jpg

5.jpg

6.jpg

8.jpg

11.jpg

13.jpg

14.jpg

José Carlos.jpg